domingo, 28 de dezembro de 2008

sábado, 20 de dezembro de 2008

Fotos da Semana: Enchente de Jeceaba

Fotos: Marcos Aurélio Brandão Júnior
Data: 17 e 18 de dezembro/2008

Local das fotos: Cruzeiro




























Local das fotos: linha férrea, próximo a Estação










































Local da foto: porta da Escola














Local das fotos: campo de futebol




























Local das fotos: entrada da cidade - Restaurante D. Efigênia




























Local da foto: rua da Igreja














Local das fotos: centro da cidade










































Foto: Gabriella Ribeiro
Local da foto: rua entrada de Jeceaba
Detalhe: esta casa rosa é a casa onde moram meus pais e irmãos.






quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Situação da Semana: Urgente!

Incapacidade. É a palavra que traduz o sentimento das pessoas que estão nas diversas cidades mineiras: a água inundou casas, comércio ou estradas. Já experimentei tal incapacidade. Foi há alguns anos, mas o sentimento está de volta. Minha família e muitos amigos estão em Jeceaba, uma destas cidades onde as enchentes castigam. Nesta hora difícil, vemos que a "união faz a força". Não tem raça, cor ou credo. Todos estão juntos no mesmo barco.
Diante da vontade da Mãe Natureza, que nos mostra que somos incapazes diante da sua força, o nosso respeito. Peçamos ao Seu Pedro, uma trégua.
Alguns vídeos mostram a situação de nossas cidades:





http://www.alterosa.com.br/html/noticia_interna,id_sessao=9&id_noticia=12532/noticia_interna.shtml

domingo, 14 de dezembro de 2008

Campanha da Semana: Claro

Estamos no mês natalino, especial por comemorar o nascimento de Jesus. Mas nos tempos atuais, o Natal é sinônimo de compras, comércio, lucros. A celebração religiosa perdeu o significado e a única preocupação é a escolha dos presentes ou qual melhor programação para viagens.
Também acontece um fenômeno passageiro (infelizmente): as pessoas se mostram mais disponíveis a ajudar seu próximo, nos transformamos no bom velhinho e recolhemos roupas e sapatos usados, alimentos e donativos dos mais diversos. Apadrinhamos crianças, idosos, cartinhas dos Correios... Ora, este espírito natalino não deve ser efêmero, deve nos acompanhar todos os dias, o tempo todo. Precisamos repensar nossos valores.
Nesta época, a propaganda nos encontra mais sensíveis, então as campanhas tomam o mesmo rumo. O filme "Solidariedade", da Claro, abusa do espírito natalino e mostra uma garotinha que nos lembra "Amelie Poulian" (personagem que decide abrir mão de ser feliz para fazer o próximo feliz) pelas ruas, compartilhando às pessoas a sua volta, um sorriso.
Se a ordem do mês natalino é compartilhar, compartilho este lindo filme:

domingo, 7 de dezembro de 2008

Atração do Mês: BH Music Station

Neste fim semana fui conferir a BH Music Station e fiquei surpresa com o que encontrei: música boa, gente bonita, descolada e uma balada com jeito diferente!
Na entrada da estação, fomos recepcionados pela turma do "Caverna do Dragão", fantástico. Já no metrô (e eu que nem tinha andado de metrô?), a ida foi embalada pelo Trio Lampião, uma delícia, mto descontraáido e contagiante a energia. Adorei a estréia no melhor bom estilo. Ficamos na Estação Vilarinho e assistimos aos shows de Teatro Mágico e Bossacucanova. Excelente!
Pessoal, ainda tem tempo de curtir a programação desta festa, vejam no site:
http://www.bhmusicstation.com.br/

Pra lembrar de alguns momentos:

O Teatro Mágico - "O Anjo Mais Velho"



Bossacucanova - "Samba da Minha Terra"




terça-feira, 25 de novembro de 2008

Campanha: Fundação Mário Penna

Além de promover e vender produtos, a propaganda deve ter como função principal, a informação e participação em causas para o bem-estar da população. Além disso, a propaganda quando bem utilizada para fins sociais, deve criar no espectador um tipo de estranhamento, mas também de aproximação, de vontade para com seu próximo. É o caso dos filmes criados para captação de recursos à Fundação Mário Penna. Vamos todos, nos emocionar com os filmes e podemos tomar a iniciativa de ligar e contribuir com causa tão nobre. Aos criadores da campanha, parabéns!

Conheça a Fundação Mário Penna: http://www.mariopenna.org.br/

Filme: "Voluntário"



Filme 2: "Cabelos"



Filme 3: "Amigos"



quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Campanha: Brahma 120 anos

O novo filme da cerveja Brahma: "A Evolução da Espécie", é simples e fantástico. Ele mostra a evolução das latas da cerveja. Com uma trilha de suspense, as latas vão aparecendo, da primeira à última edição. No final do filme, aparece uma turma de brahmeiros fazendo um churrasco e, eles são os cantores e responsáveis pela homenagem à cerveja que está no coração dos brasileiros há 120 anos.
Vejam o filme:

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Campanha: Novo Ford Focus

Algumas campanhas merecem nossa admiração. Agora é a vez do filme do novo Focus.
Criado pela JWT, o filme Fábrica mostra todos os funcionários que se envolveram na produção e venda do Novo Ford Focus cantando Happy Together, composta pela banda The Turtles em 1967. A famosa declaração de amor, que ficou mundialmente conhecida pelos vocais de Howard Kaylan, é reforçada pela voz do elenco do filme e transforma a fabricação do carro num verdadeiro coral de devoção ao modelo. A relação afetuosa entre criadores e criatura é finalizada pela frase "a gente nunca foi tão feliz fazendo um carro", sinalizando a satisfação da montadora com o produto, que foi alardeado pela imprensa automobilística como sendo um ruidoso competidor para a categoria.

Vejam abaixo:

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Hoje Sou Assim.


Por MÁRIO PRATA: As Mulheres de 30
"O que mais as espanta é que, de repente, elas percebem que já são balzaquianas. Mas poucas balzacas leram A Mulher de Trinta, de Honoré de Balzac, escrito há mais de 150 anos. Olhe o que ele diz: 'Uma mulher de trinta anos tem atrativos irresistíveis. A mulher jovem tem muitas ilusões, muita inexperiência. Uma nos instrui, a outra quer tudo aprender e acredita ter dito tudo despindo o vestido. (...) Entre elas duas há a distância incomensurável que vai do previsto ao imprevisto, da força à fraqueza. A mulher de trinta anos satisfaz tudo, e a jovem, sob pena de não sê-lo, nada pode satisfazer'.
Madame Bovary, outra francesa trintona, era tão maravilhosa que seu criador chegou a dizer diante dos tribunais: 'Madame Bovary c'est moi'. E a Marilyn Monroe, que fez tudo aquilo entre 30 e 40?
Mas voltemos a nossa mulher de 30, a brasileira-tropicana, aquela que podemos encontrar na frente das escolas pegando os filhos ou num balcão de bar bebendo um chope sozinha. Sim, a mulher de 30 bebe. A mulher de 30 é morena. Quando resolve fazer a besteira de tingir os cabelos de amarelo-hebe passa, automaticamente, a ter 40. E o que mais encanta nas de 30 é que parece que nunca vão perder aquele jeitinho que trouxeram dos 20. Mas, para isso, como elas se preocupam com a barriguinha!
A mulher de 30 está para se separar. Ou já se separou. São raras as mulheres que passam por esta faixa sem terminar um casamento. Em compensação, ainda antes dos 40 elas arrumam o segundo e definitivo. A grande maioria tem dois filhos. Geralmente um casal. As que ainda não tiveram filhos se tornam um perigo, quando estão ali pelos 35. Periga pegarem o primeiro quarentão que encontrarem pela frente. Elas querem casar.
Elas talvez não saibam, mas são as mais bonitas das mulheres. Acho até que a idade mínima para concurso de miss deveria ser 30 anos. Desfilam como gazelas, embora eu nunca tenha visto uma (gazela). Sorriem e nos olham com uns olhos claros. Já notou que elas têm olhos claros? E as que usam uns cabelos longos e ondulados e ficam a todo momento jogando as melenas para trás? É de matar.
O problema com esta faixa de idade é achar uma que não esteja terminando alguma tese ou TCC. E eu pergunto: existe algo mais excitante do que uma médica de 32 anos, toda de branco, com o estetoscópio balançando no decote de seu jaleco diante daqueles hirtos seios? E mulher de 30 guiando jipe? Covardia.
A mulher de 30 ainda não fez plástica. Não precisa. Está com tudo em cima. Ela, ao contrário das de 20, nunca ficou. Quando resolve, vai pra valer. Faz sexo como se fosse a última vez. A mulher de 30 morde, grita, sua como ninguém. Não finge. Mata o homem, tenha ele 20 ou 50. E o hálito, então? É fresco. E os pelinhos nas costas, lá pra baixo, que mais parecem pele de pêssego, como diria o Machado se referindo a Helena, que, infelizmente, nunca chegou aos 30?
Mas o que mais me encanta nas mulheres de 30 é a independência. Moram sozinhas e suas casas têm ainda um frescor das de 20 e a maturidade das de 40. Adoram flores e um cachorrinho pequeno. Curtem janelas abertas. Elas sabem escolher um travesseiro. E amam quem querem, à hora que querem e onde querem. E o mais importante: do jeito que desejam.
São fortes as mulheres de 30. E não têm pressa pra nada. Sabem aonde vão chegar. E sempre chegam.
Chegam lá atrás, no Balzac: 'A mulher de 30 anos satisfaz tudo'.
Ponto. Pra elas."

Um brinde aos 30!

sábado, 25 de outubro de 2008

Mais um "Inferno Astral"

Sim. E eu, escorpiana nata enfrento-o todos os anos. Esse tal "inferno astral" altera meu mundo sem que eu o tenha permitido. Mais uma vez, experimento meus sentimentos mais confusos, intensos e até covardes. Todo ano é assim. No mês anterior ao meu aniversário, minha vida se transforma num vulcão de emoções e parece que tudo acontece no mesmo tempo, agora.
Meu humor já não é o mesmo. Tenho vontade de chorar e me trancar no quarto até tudo isso passar.
Desafios, vontades e má vontade, preguiça.
A falta de paciência é frequente, tá estampada na cara. Não consigo ouvir ninguém, nem a mim mesma.
Uma tal insegurança toma conta de mim, dúvidas são frequentes.
A carência toma conta de mim, 24 horas ao dia. Quero colo o tempo todo. Preciso de carinho alheio. 'Cadê vocês? Mãe, Tetê, Tantão?'
Aviso pra esse tal inferno astral: cresci, pensei, repensei, decidi. Daqui pra frente são minhas escolhas, minhas vontades. Estou pronta e quero ir a diante, um novo ciclo me espera.

Que venha os 30! Tim tim!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Filme da Semana: Noites de Tormenta

Um filme sensível, gostoso, triste, emoção pura.
Vale a pena ver e se entregar aos mais íntimos sentimentos.

Vejam o trailer:

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Provérbio Chinês


"Espere o melhor.
Prepare-se para o pior.
Aceite o vier."

sábado, 6 de setembro de 2008

Um pouco de Jazz faz bem.

Em maio deste ano, tive oportunidade de ver uma apresentação da pianista americana Judy Carmichael, acompanhada por um sextexto de instrumentistas originais e excelentes, o show da pianista é um show! Até aquele momento, o pouco que conhecia de jazz se limitava a algumas músicas e pequenos shows no festival da Savassi. Mas a performance desta pianista, me fizeram gostar um tantim mais, e aos poucos, tomo gosto em ouvir o gênero.
Neste fim semana, aconteceu em BH e outras capitais, a sexta edição do Jazz Festival Brasil. Pude apreciar na sexta-feira, os shows da banda canadense David Braid Sextet e Irakli and the Louis Ambassadors, da França, esta última banda conseguiu me conquistar de vez para o mundo do jazz. Parabéns aos idealizadores, organizadores do Jazz Festival Brasil, que nos presenteia com oportunidades são singulares para apressiarmos tão boa música. Vivas!!!
Pra mais informações a respeito do festival, acessem e aguardem o próximo! http://www.jazzfestivalbrasil.com.br/


Judy Carmichael e Banda - Maio/08 - Teatro Alterosa - BH


Irakli and the Louis Ambassadors - Setembro/08 - Palácio das Artes - BH


David Braid Sextet - Setembro/08 - Palácio das Artes - BH

Campanha: TSE - Eleições 2008

A Propaganda brasileira nos orgulha e muito. Desta vez é a campanha "Vota Brasil", do TSE, que merece muitos parabéns.
A idéia da campanha é mostrar de forma muito bem humorada e criativa, a importância de valorizar nosso voto e alertar as consequências quando perdemos ou trocamos nosso voto por favores políticos, pois nossas vidas e de nossa comunidade serão afetadas pelo governo daqueles que elegemos por quatro anos.
Ficha Técnica:
Agência: W/Brasil Publicidade
Anunciante: TSE
Direção de criação: Rui Branquinho
Criação: Marcelo Conde e Eiji Kozaka.
Produção: Ouro 21, com direção de Tom Stringhini e Sergio Cuevas.
Trilha: Junk Om.
Atendimento: Cristina Haynes.
Aprovação no cliente: Ministro Carlos Ayres Britto, Silvana de Freitas, Paulo Markun e Carlos Wagner.
Vejam os filmes desta campanha:


Filme 1: "Carro"


Filme 2: "Cometa Halley"

"A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega..."
(Cecília Meireles)





segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Álbum da Semana: Sim

O novo álbum "Sim" da cantora Vanessa da Mata é surpreendente, instigante e nos envolve numa esfera maior, divina...
Tive a feliz oportunidade de assistir ao show da cantora e como eu que já gostava, agora me apaixonei. O show foi simplesmente maravilhoso. Palco, luz, voz, tudo impecável! Valeu cada minuto. Quero ir de novo e de novo. Algumas músicas do cd "SIM" começam a fazer parte do meu cotidiano e indico aos bons algumas faixas: Ilegais / Amado / Vermelho e todas outras.

"... Sinto que você é ligado a mim
Sempre que estou indo, volto atrás
Estou entregue a ponto de estar sempre só
Esperando um sim ou nunca mais."
(trecho da música "Amado")

quarta-feira, 9 de julho de 2008

7 Coisas Sobre o Amor

Não sei o autor, mas recebi este texto de meu muito querido amigo Patrício e gostaria de dividir com todos, as sabices do mesmo.

1- "Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim."
Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa: 'Ah,terminei o namoro...' 'Nossa,quanto tempo?' 'Cinco anos... Mas não deu certo... acabou!' 'É não deu...'Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.

2- "Hoje, não acredito muito nos 'opostos se atraem'."
Porque sempre uma parte vai ceder muito e se adaptar demais. E sempre esta é a parte mais insatisfeita. Acredito mais em quem tem intereses em comum. Se você adora dançar forró, melhor namorar quem também gosta, se voce gosta de cultura italiana, melhor alguém que também goste. Frequentar lugares que você gosta ajuda a encontrar pessoas com interesses parecidos com os teus. A extrovertida e o caretão anti social é complicado e depois, entra naquela questão de 'um querer mudar o outro, ui..'. Pessoas mudam quando querem. E porque querem. E pronto. E demora!

3- "Cama é essencial!"
Aliás pele é fundamental. E tem gente que é mais sexual, outras que são mais tranquilas. O garanhão insaciável e donzela sensível, acho meio estranho. Isto causa muitas frustrações e dá-lhe livros de auto ajuda sobre sexo. Assim como outras coisas, cada um tem um perfil sexual. Cheiro, fantasias, beijo, manias, quanto mais sintonia, melhor.

4- "Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam."
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos esta coisa completa. As vezes ele é fiel, mas não é bom de cama. As vezes ela é carinhosa , mas não é fiel. As vezes ele é atencioso , mas não é trabalhador. As vezes ela é malhada, mas não é sensível. Tudo nós não temos. Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.

5- "Pele é um bicho traiçoeiro."
Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona... Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor...e vá dar uma volta.

6- "Se ele ou ela não te quer mais, não forçe a barra."
O outro tem o direito de não te querer. Não lute, não ligue, não dê pití.Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não. Existe gente que precisa da ausência para querer a presença. O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos. Mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama. Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, pressão de família? O legal é alguém que está com você por você. E vice versa. Não fique com alguém por dó também. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento. Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria compania?

7- "Gostar dói."
Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio , frustração. Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo. E nem sempre as coisas saem como você quer... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver. Se alguém vier com este papo, corra, afinal, voce não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. È mais previsivel !!! Na vida e no amor, não temos garantias. E nem todo sexo bom é para namorar. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar. Enfim...quem disse que ser adulto é fácil?


sexta-feira, 2 de maio de 2008

A Elegância do Comportamento

"Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.
É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.
É uma elegância desobrigada.
É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam. Nas pessoas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca.
É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas, por exemplo. Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.
É possível detectá-la em pessoas pontuais.
Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas, é quem cumpre o que promete e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.
Oferecer flores é sempre elegante. É elegante não ficar espaçoso demais.
É elegante você fazer algo por alguém, e este alguém jamais saber o que você teve que se arrebentar para o fazer... porém, é elegante reconhecer o esforço, a amizade e as qualidades dos outros.
É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao outro.
É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.
É elegante retribuir carinho e solidariedade.
É elegante o silêncio, diante de uma rejeição...Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante.
É elegante a gentileza.
Atitudes gentis falam mais que mil imagens... Abrir a porta para alguém é muito elegante... Dar o lugar para alguém sentar... é muito elegante... Sorrir, sempre é muito elegante e faz um bem danado para a alma... Oferecer ajuda... é muito elegante... Olhar nos olhos, ao conversar é essencialmente elegante...
Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural pela observação, mas tentar imitá-la é improdutivo. A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que independe de status social: Se os amigos não merecem uma certa cordialidade, os desafetos é que não irão desfrutá-la."

Adaptação de texto extraído do Livro: EDUCAÇÃO ENFERRUJA POR FALTA DE USO [pintor francês e deficiente físico, Henri TOULOUSE LAUTREC] (1864-1901).

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Momento Nostalgia - Parte I

Quem na infância, nunca teve um caleidoscópio?
Lembro que meu irmão Marlon fez isto por nós várias vezes. E hj tentando lembra o nome de outro objeto de nossa infância (monóculo) lembrei-me deste brinquedo que tantas vezes nos encantaram!
"O caleidoscópio nasceu na Inglaterra, nos primeiros anos do século passado; seu inventor foi sir David Brewster, que, tal como Mestre Gepetto, o pai do famoso Pinócchio; quis moldar sua "criatura", dando-lhe um novo nome e apropriado. Como era homem culto e conhecia o grego antigo, uniu as palavras gregas kalos (=belo), eidos (=imagem) e scopéo (=vejo): Caleidoscópio quer dizer, pois, "vejo belas imagens", e, realmente, se pode afirmar que este agradabilíssimo instrumento merece um nome ão prometedor.
Brinquedo para crianças e adultos, instrumento de ótica, fonte de inspiração para os desenhistas, decoradores e bordadeiras, o Caleidoscópio é, na verdade, um objeto precioso. Trata-se de um tubo cilíndrico, cujo fundo é de vidro opaco; no interior são colocados alguns fragmentos de vidro colorido e três espelhinhos. pondo-se diante da luz e observando no interior do tubo, através de um furo feito na tampa, e fazendo rolar lentamente o objeto, assiste-se a um espetáculo bastante divertido; de fato, os pequenos vidros coloridos, com os reflexos dos espelhos, multiplicam-se e, mudando de lugar a cada movimento da mão, dão lugar a numeroso desenhos simétricos e sempre diferentes."
Fonte: www.feiradecicencias.com.br

terça-feira, 15 de abril de 2008

Campanha: UNA Institucional

Começou esta semana a campanha para divulgação da nova marca da Una.
Veiculada em BH e região, a campanha traz também novos valores e conceitos da Universidade. Ficou muito bakna.
Slogan: Una. Universidade, surpreendente.
Meios utilizados: TV, Cinema, Internet, Mídia Impressa, e Projetos Especiais (duplos e triplos lonados).
Criação: Agência Monte Cristo - SP
Planejamento e Mídia: Filadélfia - BH

Vejam o filme:



Alguns dos Projetos Especiais em BH:






Duplo Lonado












Triplo Lonado





sexta-feira, 14 de março de 2008

Campanha Unimed

Intitulada "Ter 700 mil clientes é fazer parte de 700 mil histórias", a campanha criada pela Lápis Raro para a Unimed-BH traz os principais destaques do serviço prestado pela operadora.Para comemorar a conquista de 700 mil clientes, a campanha terá filmes veiculados em TV aberta, fechada e cinema, além de spots, ações de mídia exterior, anúncios em revistas, jornais e internet.Um hotsite interativo foi criado para integrar as ações de divulgação com dicas de saúde, tabelas de calorias e cálculo do Índice de Massa Corporal. A criação é de Daniel de Jesus e Flávio Chubes, com direção de Carla Madeira.

Vejam o filme:

sábado, 1 de março de 2008

Pessoas X



"O segredo não é descobrir o que as pessoas 'escodem' e sim entender o que elas mostram".

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Exemplo de "axioma".

As Sem Razões do Amor

Eu te amo porque te amo.
Não precisas ser amante,

e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,

na cachoeira, no elipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

Carlos Drummond de Andrade

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Improvise Já

A 34a. Campanha de Popularização de Teatro e Dança de BH, está acontecendo desde o início de fevereiro e ainda não aproveitei a oportunidade para assistir a peças ou espetáculos em cartaz.
As peças em sua maioria, são bem conhecidas e vistas pela população, outras nem tanto. É o caso da peça que veremos amanhã: “match de improvisação®”. Esta peça foi uma indicação da colega Mariana e parece ser muito bakana a proposta:

Os atores-jogadores não sabem que espetáculo vão fazer. O público-torcida não sabe o que vai assistir. Assim é o “match de improvisação®”. No palco (ou pista de jogo), dois times improvisam a partir de títulos que o público dá, no início de cada apresentação. As cenas são criadas no mesmo instante, na presença dos espectadores, e jamais vão se repetir.
Diretor(a): o grupo / Autor: LPI Canadá / Produtor: Bárbara Amaral

Depois que participarmos da peça, conto pra vocês como foi, ok? Enquanto isso, aproveitem a campanha e divirtam-se pra valer! A Campanha vai até 02 de março.

Pra saber mais sobre as peças e espetáculos em cartaz, acessem o site: http://www.sinparc.com.br/

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Xiiiis

"O amor é quando a gente mora um no outro".
(Mário Quintana)


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Filme da Semana: O Gângster

O Gângster
O filme é tenso e bom. O elenco um brilho: Denzel Washington, Russell Crowe, Cuba Gooding Jr., entre outros. Vale a pena ver a história de Frank Lucas, o mais famoso gângster negro da década de 70, que viveu no Harlem, em Nova York. Mais um filme que mostra o poder do tráfico e a fragilidade da polícia corrupta naquela época.
Fotografia e trilha sonora, um espetáculo a parte.
Achei um pouco longo e esperava mais alguns acontecimentos, mas valeu a pena.


Vejam o trailer:

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Filme da semana: O Caçador de Pipas

Sem dúvidas um dos filmes que mais esperei. E valeu apena. Adaptação do livro de Khaled Hosseini. Ambientado no Afeganistão, o filme conta a história de dois garotos: Amir e Hassan. Entre eles, uma amizade cuja força rompeu fronteiras. Sentimentos como compaixão, inocência, culpa, lealdade, mas também covardia, são mostrados de forma como agimos e podem transformar a maneira como vivemos.
É ver pra emocionar-se.

Vejam o trailer:

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Show da Semana: Monobloco

Imperdível o show do Monobloco. Simplesmente maravilhoso!!!
Show que é uma mistura de samba, marchinhas, pop, axé. Uma diversidade de ritmos, energia que dá gosto! Recomendo pra todos!
Alguns momentos do DVD gravado no Circo Voador - RJ:

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

"Carpe Diem"

"Carpe Diem" quer dizer "colha o dia". Colha o dia como se fosse um fruto maduro que amanhã estará podre. A vida não pode ser economizada para amanhã. Acontece sempre no presente.
Rubem Alves

Pipocas da Vida


Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre. Assim acontece com a gente.
As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo.
Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira.
São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa.
São que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser.
Mas, de repente, vem o fogo.
O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor.
Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre.
Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos.
Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo!
Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também.
Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer.
Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si.
Não pode imaginar a transformaão que está sendo preparada para ela. A pipoca não imagina
aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação
acontece: BUM!
E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado. Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar.
São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem.
A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura.
No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira.
Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva.
Não vão dar alegria para ninguém.
(extraído do livro "O amor que acende a lua" de Rubem Alves)

A Gente Devia Aprender...

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda em vão, que sentar-se fazendo nada até o fim.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder.
Eu prefiro ser feliz, embora louco, que em comformidade viver...
Não somos o que devíamos ser, não somos o que queríamos ser; mas graças a Deus, não somos o que éramos..."
Martin Luther king

domingo, 13 de janeiro de 2008

Cuidando do Jardim de Nós Mesmos

"Com o tempo você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem realmente gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!"
Mário Quintana

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Filme da Semana: Ps. Eu Te Amo

O filme é sensível, mas também divertido. Faz rir e faz chorar. Nos identificamos com várias situações inusitadas e comuns em nosso cotidiano amoroso. A trilha sonora, excelente.
Vejam o trailer:

Filme da Semana: Meu Nome Não É Jhonny

Inspirado no LIVRO “Meu nome não é Johnny”,de Guilherme Fiuza, o filme só é Excelente! Mostra mais uma vez o valor e potencial do cinema nacional. Vale a pena ver uma, duas, várias vezes, de novo! Emoção e conversas garantidas pra juntar turma.

Vejam o trailer e vejam o filme!

sábado, 5 de janeiro de 2008

Brilhou...


"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente. "
Carlos Drummond de Andrade
Que venha 2008. Saúde, paz, amor e muitos desafios!